Entre em contato conosco VIA WHATSAPP
49 98437 7750
Postado em 23 de Agosto às 06h13

Veja como criar ou renovar o cardápio da cafeteria

Mercado e Tendências (26)
Brasitália Máquinas e Café Tão importante quanto a definição de público, a contratação de profissionais, a ambientação do espaço e o plano de negócios, o cardápio da...
Tão importante quanto a definição de público, a contratação de profissionais, a ambientação do espaço e o plano de negócios, o cardápio da cafeteria também é crucial para que você tenha um negócio de sucesso.

Além de oferecer cafés diferenciados e de qualidade - já que são seu ‘carro-chefe’ -, a cafeteria deve focar as vendas naqueles produtos que vendem mais (ou seja, que dão lucro) e deixar de lado o que tem menos saída ou de grande complexidade de produção/manutenção.

Outro ponto de atenção é sempre buscar se diferenciar da concorrência, portanto, é fundamental ter itens exclusivos, que mostrem a identidade da casa, por exemplo. Além disso, deve-se renovar o cardápio da cafeteria com regularidade, trazendo novidades do para os clientes mais exigentes, atraindo novos fregueses e surpreendendo os mais fiéis de tempos em tempos. 

Claro que para criar ou renovar seu cardápio, é preciso muito planejamento para não deixar a criatividade atrapalhar seus rendimentos nem alterar o padrão de qualidade em todos os itens. Para ajudar você nesta tarefa, listamos algumas dicas práticas, tanto para garantir os lucros quanto para se destacar da concorrência. Confira!

Dicas para deixar o cardápio da cafeteria atrativo e lucrativo 

1 - Levante informações
 
Antes de começar uma lista dos itens do cardápio, defina quais produtos quer vender, como serão apresentados e entregues ao cliente e quanto você irá cobrar por eles. Leve em consideração o que o seu público-alvo espera consumir na sua cafeteria e a sua capacidade de entrega desses produtos. Por exemplo, evite colocar no cardápio itens que você não tem condições de preparar toda vez que o cliente pedir ou aqueles cuja a apresentação não é sempre igual ao que está descrito ou demonstrado, principalmente em fotos.

Busque também estudar o que a sua concorrência serve e os preços praticados. Seus produtos e preços não precisam ser iguais, mais baratos ou mais caros do que os praticados por seus concorrentes, necessariamente. Mas este conhecimento irá fazer seu negócio ter preços em patamares similares aos praticados pelos concorrentes mais próximos e ter, pelo menos, itens apreciados pelas pessoas que circulam naquela área.

2 - Organização e Planejamento

O segundo passo é elaborar uma ficha técnica de cada item do cardápio contendo as quantidades de cada ingrediente, o tamanho da porção, tempo de preparo e como será a apresentação final do produto. Esse procedimento irá facilitar o cálculo do custo de produção, a padronização dos produtos, e o treinamento da equipe no preparo dos pedidos. 

Assim, é possível identificar a bebida ou comida que possui maior rentabilidade e popularidade e aquelas que não apresentam nenhum lucro e por isso devem ser retrabalhadas ou tiradas do cardápio.

Vale destacar que o cardápio da cafeteria deve garantir que todos os produtos e itens oferecidos gerem lucros individuais. Veja então o quanto você está pagando por eles, quanto paga de impostos sobre sua venda, desconte os 10% de funcionários e chegue assim, pelo menos, ao lucro bruto que aquele produto irá gerar. Depois disso você ainda terá de incluir as despesas fixas do estabelecimento e a folha de pagamento. Por isso, trabalhe com margens brutas consideráveis em cada produto, garantindo um lucro final razoável.

*Negócio novo - Se você ainda está abrindo sua cafeteria ou tem poucos meses de funcionamento, elabore um cardápio enxuto, com no máximo duas páginas. Isto facilitará a gestão do estoque e ajudará a evitar desperdícios, já que nessa fase você provavelmente ainda não terá condições de saber quais produtos terão mais saída.

3 - Pense no modelo de cardápio e capriche na apresentação

Ao buscar criar o cardápio da cafeteria, leve em consideração o conceito que pretende transmitir com a cafeteria, a decoração como um todo e o tipo de público que a frequenta, pois essas informações podem influenciar diretamente o modelo a ser escolhido.

Quanto ao modelo em si, não existe muita regra: use cores e diferentes estilos de fonte, desde que tenham relação com a identidade visual da sua cafeteria. Como um cardápio bem elaborado evidencia os ingredientes e desperta o desejo de consumo, se possível, acrescente a imagem real dos produtos para atrair a atenção dos clientes. 

O importante mesmo é manter as informações claras e organizadas além de, claro, surpreender os clientes e mostrar profissionalismo. Assim, descreva de maneira detalhada e objetiva os itens, de modo que o seu cliente não tenha dúvidas do que está sendo oferecido. Esse procedimento ajuda o cliente a decidir com mais facilidade e agiliza o atendimento.

Além disso, preste atenção à ortografia e ao uso de nomes estrangeiros e corrija os erros de digitação antes de finalizar o cardápio. Se você optar por imprimi-lo, cuide para que ele esteja sempre limpo, sem rasuras, sem manchas e em perfeito estado de conservação. Já se for bem enxuto, nada impede que seja fixado em tamanho grande na parede atrás do balcão de atendimento.

*Cardápios em mais línguas - se a sua cafeteria estiver localizada em pontos turísticos ou se for frequentada por estrangeiros, considere elaborar também um cardápio em inglês ou espanhol.

4 - Ofereça itens de qualidade e diferenciados

Depois dos cuidados mais técnicos que citamos acima, é chegada a hora de usar a criatividade e pensar nas bebidas e comidas do cardápio da cafeteria. Busque diversificar seu cardápio para atrair o público em diferentes momentos do dia, mas não se esqueça de dar atenção também aos itens clássicos: cafés e suas variáveis - cappuccino, mocaccino, caffe latte, cafés gelados e outros drinks com a bebida - não podem faltar; além de acompanhamentos tradicionais como pães, pão de queijo, salgados assados,bolos e algumas tortas.

Feito isso, podemos pensar em:

Além destas dicas, separamos também um material da Fispal Food Service, que mostra sugestão de acompanhamentos que podem agregar mais valor e aumentar a fidelização de clientes. Acesse neste link.

Se ainda tiver dúvidas, entre em contato com a Brasitália, que conta com cursos e treinamentos para cafeterias. Para continuar aprendendo sobre o mundo do café, fique atento ao nosso blog e redes sociais Instagram e Facebook.

Veja também

Agenda: conheça os principais eventos mundiais do café em 201910/01 Empresários, baristas, coffee lovers. Quem gosta de café ou trabalha com o produto terá um ano repleto de eventos interessantes para se atualizar e aprender mais sobre os aromas e os sabores do café.   Como a agenda cafeeira no mundo é bastante ‘agitada’ e em 2019 não vai ser diferente, montamos uma lista com os principais encontros e feiras do......
Aqueça as vendas da sua cafeteria18/04 O café é uma paixão nacional e isso você já deve saber, mas, como gerente de uma empresa desse setor, como você mantém bons resultados e vendas movimentadas em todas as épocas do ano? Preparamos 5 dicas......

Voltar para Blog (pt)