Entre em contato conosco VIA WHATSAPP
49 98437 7750
Postado em 06 de Fevereiro às 11h53

Café amargo? Verifique a qualidade de água

Aprendendo sobre Café (61)
Brasitália Máquinas e Café Ótimos grãos, torra perfeita, máquinas ou utensílios excelentes, moagem calibrada para o método escolhido. Tudo certo para degustar um bom café, certo? Talvez. Se você...
Ótimos grãos, torra perfeita, máquinas ou utensílios excelentes, moagem calibrada para o método escolhido. Tudo certo para degustar um bom café, certo? Talvez. Se você chegou ao final do processo e sentiu o café amargo, saiba que a culpa pode ser da água.
 
Item essencial para o preparo da bebida, a água também precisa ter qualidade - é o componente mais importante do café, correspondendo a mais de 97% de sua composição. Isso porque, seu gosto pode mudar em função do clima e do tratamento dado em áreas urbanas. Como a qualidade da água é fator fundamental na preparação de um café, podendo transformar até um microlote em um cafezinho horroroso, é preciso estar atento a aspectos que são bastante importantes nesse quesito. E é sobre eles que falaremos agora.

Filtragem e temperatura da água devem ser observadas para não deixar o café amargo

- Filtragem
 
O modo de tratamento de água mais comum no Brasil utiliza substâncias fortemente alcalinas, como cal, cloro e flúor. E água muito alcalina causa efeitos na preparação do café, especialmente quando retira sua acidez. Além disso, estas substâncias intensificam a percepção do gosto amargo ao entrarem em contato com a cafeína.

Outra consequência é vista nas máquinas de espresso: a água alcalina é um grande problema, exigindo cuidados e tratamento redobrado para que os equipamentos não fiquem comprometidos.

Para amenizar o problema do ‘café amargo’, é preciso ter um bom filtro doméstico que consiga mudar o pH de muito alcalino para levemente ácido- os de barro não resolvem esse problema porque apenas retira sujeiras. Já para garantir um bom preparo do seu café, a dica é utilizar sempre água mineral.

- Temperatura

Ponto crucial: ferver a água queima o café! Então, não adianta querer tirar o gosto ruim da água da torneira deixando-a ultrapassar os 100ºC. Você só irá dobrar o problema e terá um café amargo do mesmo jeito.

A temperatura ideal para colocar o líquido em contato com o pó de café deve ser em torno de 90ºC, próximo ao ponto de fervura. Se a temperatura for menor, o café será sub extraído e não liberará todo o sabor e aroma que liberaria caso a água estivesse na temperatura ideal. Em caso de temperatura superior, a água perde sua oxigenação e o café será super extraído, liberando não somente os sabores desejados, mas também os indesejados, como amargor exagerado.

A dica para não deixar o café amargo é tirar a água do fogo quando começarem a sair as primeiras bolinhas. No caso das máquinas de espresso ou outras cafeteiras domésticas, fique tranquilo: elas já são programadas para aquecer a água sem ultrapassar os 90ºC.

Quer saber mais dicas para beber um café de excelência? Complemente a leitura com estes outros dois artigo da Brasitália: “Um espresso perfeito: 5 dicas de mestre para preparar um café delicioso” e “Como preparar um bom café em casa”.

Para continuar aprendendo sobre o mundo do café, continue acompanhando o blog e as redes sociais - Instagram no Facebook - da Brasitália.

Veja também

O sensorial como medidor de qualidade11/07/16    A Brasitália Máquinas e Café esteve presente no curso Sentir DR – Análise Sensorial na empresa Duas Rodas, nos dias 07 e 08 de julho na cidade de Jaraguá do Sul/SC, muito bem representada pelo nosso Tecnólogo de Alimentos Moisés Casaril. Para o departamento técnico da Brasitália, a análise sensorial serve como suporte para o......
Expresso ou espresso? Veja a grafia correta16/10/18 De tempos para cá, quando se refere ao café alguns têm adotado a palavra espresso no lugar de expresso. Erro de ortografia? Não. A palavra espresso, usada na Europa, vem do italiano e sua raiz guarda relação com o......

Voltar para Blog (pt)