Entre em contato conosco VIA WHATSAPP
49 98437 7750

Blog de | Notícias

Postado em 12 de Abril às 11h58

Degustação de café: saiba diferenciar sabor, aroma e corpo

Brasitália Máquinas e Café Degustar um café é apreciá-lo com atenção, observando seu visual, aromas, sabores e todas as suas características. Vamos mostrar quais características podem ser...
Degustar um café é apreciá-lo com atenção, observando seu visual, aromas, sabores e todas as suas características. Vamos mostrar quais características podem ser reconhecidas na degustação do café e o passo a passo para degustar a bebida e entender tudo o que ela entrega em sensações.
 
Vale lembrar que um bom cultivo nas fazendas, o tipo do grão, a torra, a moagem, o processamento e o modo de preparo (incluindo a pessoa que conduz o processo, e bons equipamentos e utensílios) são pontos que influenciam de modo substancial no aroma e no sabor do café. O verdadeiro café gourmet é preparado com cuidado da semente à xícara.
Características para serem reconhecidas na degustação do café
Sabor, aroma e corpo são as três características básicas e fundamentais para a classificação e apreciação da bebida. Eles vão aguçar os seus sentidos e mostrar tudo o que a bebida pode entregar.
Sabor
É a combinação de todas as características que definem o sabor de um café, com as sensações de gosto doce, salgado, amargo e ácido com aromas de chocolate, caramelo, cereal torrado. Quando apresenta sabores estranhos, como de terra ou queimado, é considerado indesejável.
Acidez: É tipicamente uma característica valorizada em cafés, tem sido correlacionada com cafés cultivados em altitudes elevadas e em solos vulcânicos ricos em minerais. Percebida nas laterais da língua, dá brilho ao café e estimula a salivação ao primeiro contato da bebida com a língua. Pode ser forte ou fraca;
Amargor: Percebido no fundo da língua, onde as papilas gustativas são mais salientes. Pode ser resultado de cafés de baixa qualidade, torra muito escura ou preparo inadequado;
Doçura: Percebida na ponta da língua, é uma característica encontrada nos cafés de qualidade, permite ser bebido sem adição de açúcar;
Sabor residual (aftertaste): É a sensação percebida após a ingestão da bebida. É o sabor que fica na boca. Se deixar um sabor que lembra chocolate, é um café de qualidade. Mas  se lembra cigarro, queimado, borracha ou qualquer sabor estranho, não é um café de qualidade. Também chamado de finish;
Adstringência: É a sensação de secura na boca deixada pelo café após a ingestão.

Umami: Popularmente conhecido como gosto saboroso ou delicioso, é um dos cinco gostos básicos junto com doce, azedo, amargo e salgado. Podemos dizer que é a aquele oferecido  por um bom café, que deixa um sabor agradável, com gostinho de quero mais.

Aroma
 
São elementos da bebida do café perceptíveis ao olfato, como a sensação das fragrâncias do café recém preparado. O café pode ter aroma frutado, de nozes, amêndoas, malte, cereal, caramelo.
 
Bouquet: É o aroma do café recém moído
Corpo

É a sensação de persistência no paladar após a bebida do café; é a viscosidade e a oleosidade que ficam na boca - cremosidade e textura na língua, traduzindo em algo que preenche a língua como um todo - proveniente da quantidade de óleos e sólidos suspensos e dissolvidos extraídos do café. O café pode variar em ordem crescente: sem corpo, leve, bom corpo ou encorpado.

Passo a passo para degustar

A degustação em si deve ser feita em três etapas. Não adoce ou adicione leite e para perceber melhor as diferenças entre os grãos de origens diversas, comece experimentando cafés puros, sem a mistura de grãos de diferentes origens (blends):

Sinta os aromas: coloque a xícara próxima ao nariz e tente identificar os aromas que sente. O café pode liberar aromas florais, cítricos, de ervas, frutas, chocolates etc. Feche os olhos e tente associar com as coisas que você conhece ou lembra;

Saboreie e sinta os sabores: o primeiro gole deve ser feito misturando o café com o ar. Puxe a bebida com bastante ar (lembre-se da sopa). Ao misturar o café com o oxigênio, você revela sabores. Não engula ainda: faça o café “passear”ao redor da língua,mudando constantemente a posição, para sentir os diferentes sabores antes de engolir.  Você verá que alguns cafés parecem mais ácidos, mais amargos ou mais doces que outros.Pesquisas científicas identificaram 108 sabores diferentes no café;

Engula a bebida: neste momento, sinta o sabor quando ela passar pela parte posterior da sua língua. Alguns cafés não revelam o seu amargor até serem engolidos. Preste atenção se o amargor será breve, agradável ou persistente. Há cafés cujo sabor continua na boca mesmo depois de a bebida ter sido engolida.


Para saber mais sobre o mundo do café, continue acompanhando o blog da Brasitália. Se tiver alguma dúvida sobre grãos, máquinas ou outros insumos e equipamentos, deixe um comentário ou entre em contato com a nossa equipe de especialistas.

  • Brasitália Máquinas e Café -

Veja também

Cafeteria: 7 dicas infalíveis para motivar seus funcionários!11/11/16 Como diz Bernardinho, técnico da Seleção Brasileira de Vôlei: houve uma época em que as pessoas eram motivadas pela pressão, pela cobrança, pelo desafio, e até “por gritos”... hoje, a nova geração precisa ser estimulada, motivada, envolvida nos objetivos, e principalmente pelo próprio exemplo do técnico. Bem sabemos,......

Voltar para (Blog (pt) NOVO)