Entre em contato conosco VIA WHATSAPP
49 98437 7750

Blog de | Notícias

Postado em 28 de Junho de 2017 às 10h51

Café Arábica x Café Conilon: entenda as diferenças

Brasitália Máquinas e Café Enquanto o café arábica é o mais apreciado por sua complexidade de sabor, o café conilon ou robusta é mais inferior e usado para misturas e café instantâneo. Apesar...

Enquanto o café arábica é o mais apreciado por sua complexidade de sabor, o café conilon ou robusta é mais inferior e usado para misturas e café instantâneo.

Apesar de o Brasil ser o maior produtor e grande mercado consumidor de café, poucas pessoas sabem as diferenças existententes entre os tipos de grãos e o que cada um representa e sabor e propriedades. Hoje vamos falar sobre as diferenças entre o café arábica e o café conilon, ou café robusta.

É comum ouvir que o café arábica é o mais valorizado ou ‘o primo rico’, e o café conilon (robusta) é de menor qualidade ou o ‘primo pobre’. Mas podemos dizer que ambos, por suas características específicas, têm valor e particularidades que podem e devem ser apreciadas.

Em comum, o arábica e o conilon têm a família (Rubiáceas), que é composta por mais de 60 espécies, mas das quais estas duas são cultivadas e comercializadas: o conilon, da espécie Coffea canephora, e o arábica da espécie Coffea arabica. As diferenças, vamos listar agora:

Café Arábica

É o tipo mais apreciado no mundo e representa 70% da produção mundial com suas variedades mundo novo, catuaí amarelo e vermelho, bourbon etc. Como possui 44 cromossomos, é considerado mais nobre pela complexidade de aromas e sabor, por isso dele é que são produzidos os cafés superiores e ‘gourmet’ (com notas mais altas na tabela de classificação) - os cafés 100% arábica podem custar o dobro ou até quatro vezes mais que as misturas. É originário da Etiópia e produzido em maior parte na América do Sul e Central. Precisa de mais cuidados para ser produzido e prefere as regiões de maior altitude. Sua árvore é menor e produz menos frutos em relação ao conilon.

Café Conilon (robusta)

Responde por 30% da produção mundial, que está concentrada na África, Ásia e América do Sul. É o grão utilizado para misturas de café instantâneo e outros blends (composição com variedade de grãos). Com 23 cromossomos, sua qualidade é inferior, possuindo maior teor de cafeína - o dobro (2,2%) -, o que explica em partes seu sabor amargo. É originário do Congo e da Guiné. Sua árvore é maior e produz em maior quantidade, e é mais resistente a variações de solo e calor, podendo ser cultivados em regiões mais baixas de até 800 metros de altitude.

Como saber que café estou comprando?

Se a embalagem não apontar “100% arábica”, fique certo de que é uma mistura. No Brasil, a maior parte dos cafés vendidos em grandes varejistas são misturados, pois resultam em um produto de qualidade razoável e menor custo. Mas as grandes cafeterias no mundo usam quase sempre cafés 100% arábica. O conilon pode ser usado para blends específicos, com unem sua intensidade com o adocicado do arábica. Mas para ser interessante, a mistura precisa ser feita por baristas experientes, que entendem do assunto. Por isso, para garantir sabores superiores, vá de café arábica!

O programa Globo Rural tem uma reportagem que mostra um pouco destas diferenças. Assista no vídeo!

Gostou do texto? Então compartilha com seus amigos e continue seguindo o blog da Brasitália para saber todas as novidades do mundo do café!

Um abraço,

Luana Rech
Equipe Brasitália

Quer receber novidades sobre café? Cadastre-se!

  • Brasitália Máquinas e Café -

Café Arábica x Café Conilon

Veja também

Saiba tudo sobre a história do café: da África para o Brasil04/07/18 O café é a segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água. Movimenta um mercado de bilhões de dólares e envolve milhões de famílias em sua produção. É apreciado por mais de um bilhão de pessoas e seu consumo tem crescido diariamente. A história do café é milenar. Vamos......
Café requentado faz mal?10/08/18 Apesar de ser um prática bem comum de algumas pessoas, requentar o café não é nada recomendado. Seja qual for o método de preparo - coado, espresso, prensado ou filtrado - o café requentado pode trazer uma série de malefícios à saúde, como azia, dor de......
Cafeteria: 7 dicas infalíveis para motivar seus funcionários!11/11/16 Como diz Bernardinho, técnico da Seleção Brasileira de Vôlei: houve uma época em que as pessoas eram motivadas pela pressão, pela cobrança, pelo desafio, e até “por gritos”... hoje, a nova......

Voltar para (Blog (pt) NOVO)